Palavra Conecta // 02 de junho

A matéria prima do Espírito Santo

 

Matéria prima é a substância com a qual se fabricam os mais variados bens. É um produto natural ou transformado usado como base no processo produtivo das indústrias. Sem a matéria prima, não há produto. Ela pode ser de origem vegetal (por exemplo, o cacau, matéria prima para a fabricação do chocolate), animal (o couro do gado bovino, ou de outro animal, com os quais se fabricam sapatos, bolsas etc.) ou mineral (a bauxita, da qual é extraído o alumínio com que se fabricam portas, janelas, aviões etc.).

Jesus quando estava falando com seus discípulos, disse: “Tudo isso lhes tenho dito enquanto ainda estou com vocês. Mas o Conselheiro, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará todas as coisas e lhes fará lembrar tudo o que eu lhes disse” (João 14:25,26). Neste texto, Jesus está com seus discípulos e eles ainda tem muitos questionamentos; perguntas como: “Como podemos saber o caminho?” (vs. 5). “Senhor, mostra-nos o Pai, e isso já nos basta” (vs. 7). “Senhor, mas por que te revelarás a nós e não ao mundo?” (vs. 22).

 

Fomos salvos para um propósito

 

“Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie. Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que nós as praticássemos” (Efésios 2:8-10).

Paulo afirma em sua carta à igreja de Éfeso que nossas obras não conseguem trazer salvação. Foi a graça de Deus através do sacrifício de Jesus que me reconciliou com Deus. Interessante que Paulo afirma que agora somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras. Ou seja, as obras não trazem salvação, mas quem é salvo, faz boas obras. E como isto acontece se minha natureza é pecadora e  se da carne nada se aproveita (Jo 6:63)?  Como conseguirei fazer as obras que Deus quer que eu faça? Colossense 1:27 afirma que Cristo em nós é a esperança da Glória, ou seja, não tem a ver com a minha natureza, mas com a natureza de Jesus na minha vida. Mas tem outra pergunta muito importante a se responder: Jesus me salvou e deixou o seu Espírito para viver em mim; mas o que o Espirito Santo usa para moldar o meu caráter e me deixar apto para as boas obras?

 

A palavra de Deus é a matéria prima do Espirito Santo

 

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra” (2 Timóteo 3:16,17).

A única matéria prima da revelação de Deus é a escritura sagrada.

Em nossa declaração de fé, afirmamos sobre as escrituras: nós cremos que a Bíblia fala com autoridade porque é a palavra de Deus. É a suprema regra de fé e prática porque é testemunha fidedigna e inspirada dos atos maravilhosos de Deus através da revelação de si mesmo e da redenção, sendo tudo patenteado na vida, nos ensinamentos e na obra salvadora de Jesus Cristo. As Escrituras revelam a mente de Cristo e ensinam o significado de seu domínio. A Bíblia é a autoridade final e as guia em todas as questões de fé cristã e dever moral.

Steven Lawson diz que a Bíblia não é difícil de entender, ela é difícil de engolir.

Interessante que hoje, a imensa maioria dos cristãos nunca leram toda a bíblia. A imensa maioria dos cristãos não leem a bíblia regularmente. Se a matéria prima do Espírito Santo são as escrituras, eu me pergunto que espírito tem agido na igreja? Será que é o Espírito de Deus?

Paulo afirma que toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para:

Ensino: no grego didaskalia que quer dizer doutrina, preceitos. Jesus falou aos seus discípulos que o Espírito Santo iria ensiná-los (João 14:26). Precisamos ser ensinados, pois a Bíblia fala do Reino de Deus. Precisamos conhecer sobre este Reino. O Espírito Santo só vai ensinar o que está nas escrituras. Como você será ensinado por Ele se você não lê as escrituras?

Repreensão: no grego elegchos que quer dizer verificação pela qual algo é provado ou testado, convicção. O Espírito Santo usa as escrituras para nos provar e verificar nossas convicções. Infelizmente a falta de conhecimento das escrituras tem feito muitos “cristãos” colocarem na conta de satanás aquilo que o Espírito Santo está tentando dizer. A falta de conhecimento das escrituras tem gerado uma geração de “cristãos” que não aceitam repreensão. Isto com o tempo, gera filhos sem limites e rebeldes. É o que temos visto hoje: “Cristãos” rebeldes e indisciplinados.

Correção: no grego epanorthosis que quer dizer restauração a um estado correto, aperfeiçoamento de vida ou caráter. As escrituras são a fonte que o Espírito Santo usa para nos restaurar, para aperfeiçoar nosso caráter. Será a palavra que o Espírito Santo usará para nos lavar.

Educação na Justiça: Educação no grego é paideia que quer dizer todo o treino e educação infantil que diz respeito ao cultivo de mente e moralidade. Já justiça no grego é dikaiosune que quer dizer doutrina que trata do modo pelo qual o homem pode alcançar um estado aprovado por Deus, integridade, virtude, pureza de vida, pensamento, sentimento e ação corretos. A instrução na justiça vai nos orientar de como devemos proceder na questão da moralidade. O Espírito Santo vai mostrar através das escrituras como devemos namorar, tratar nosso pais, casamento, etc.

Só através de um profundo relacionamento com as escrituras de Deus, é que podemos nos tornar pessoas aptas para fazermos a boa obra de Deus.

O Espírito Santo sem a Palavra é como futebol sem bola. Não faz sentido.

Que intimidade você tem com a Palavra de Deus? Ela vai determinar que tipo de “Cristão” você é…