Palavra Culto Domingo // 16 de setembro

Igreja Comercial x Igreja Sacrificial:

Onde você está, nisto?

 

A igreja comercial diz: Pare de sofrer, venha buscar sua bênção, dê dinheiro e Deus te dará riquezas e bens materiais! A igreja sacrificial proclama o Evangelho da Cruz: Tome cada uma sua cruz e seja discípulo de Cristo, transforme-se pela renovação de sua mente, em sacrifício vivo! (1 Coríntios 1:17-19; 1 Coríntios 14:25-27, 33; Romanos 12:1-2).

Na igreja comercial se busca e se compra o poder de Deus, para aliviar os sofrimentos, não o próprio Deus. Na igreja sacrificial, cada um tem paz, entende, se alegra, é aperfeiçoado e cresce com as provações e aflições. Como Cristo e filho de Deus! (João 16:33; Tiago 1:2-4, 12; 2 Coríntios 4:8-12, 15-18; Romanos 8:28-29).

Na igreja comercial, os valores de cada um e da igreja, estão nos títulos, templos, ministérios e dons, em tornar o seu nome célebre (Gênesis 11). Na igreja sacrificial os valores de cada um e da igreja estão firmados no amor, na humildade, no cuidar e servir uns aos outros (João 13:1, 34, 35; 1 Coríntios 12:24-26, 31 a 13:8; Mateus 20:25-28; Efésios 4:1-6; 1 Pedro 5:5-6).

A igreja comercial é aquela igreja antropocêntrica, egocêntrica e hedonista, por isso, é cada vez mais, contenciosa e dividida (Tiago 4:1-3, 6-7). A igreja sacrificial é cristocêntrica, por isso, é centrada no “uns aos outros”, no modelo de vida e amor de cristo (João 3:16; João 13:1, 34-35; 1 João 3:16-18).

 

Bases bíblicas para vivermos, ‘cada um’ e como ‘igreja sacrificial’,

a nossa MISSÃO e VISÃO

 

  • Romanos 12:1, 2, 6-14: Ser transformado pela renovação da mente, ser sacrifício vivo, tendo os dons para servir, amar, honrar, compartilhar as necessidades, exercer hospitalidade, abençoar os que nos perseguem.
  • Gálatas 6:1, 2; 7-9: Quando um irmão errar, vou restaurá-lo. Vamos levar os fardos uns dos outros. De Deus não se zomba, pois, aquilo que eu semear, vou colher.
  • Efésios 5:21: Cada um vivendo, de coração humilde, a sujeição uns aos outros, por temor a Cristo.
  • Colossenses 3:12, 13, 16, 17: Eu vivo com profunda compaixão, bondade, humildade, mansidão e paciência, suporto e perdoo as queixas, como o Senhor me perdoou, revisto-me do amor, que é o elo perfeito e habita em mim a palavra de Cristo para que, só por ela, eu possa ensinar e aconselhar?
  • Colossenses 3:18-21: Sou igreja sacrificial na família?
  • Colossenses 3:22 ao 4:1: Vivo isto também no trabalho?
  • Tiago 5:16, 19-20: Eu vivo o “confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros”? “Se alguém de vocês se desviar da verdade e alguém o trouxer de volta, lembrem-se disso: quem converte um pecador do erro do seu caminho salvará a vida dessa pessoa e fará que muitíssimos pecados sejam perdoados”?
  • Tiago 1:27: “A religião que Deus, o nosso Pai, aceita como pura e imaculada é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades e não se deixar corromper pelo mundo.” Veja o que significam, no original grego, algumas palavras chaves, deste texto:

Cuidar = preocupar-se, inspecionar, examinar, ver como está, para ajudar;

Órfãos = privado (de pai, dos pais), privado de guia, tutor (João 14:18);

Chera = viúva, metáfora de cidade despojada de seus habitantes e riquezas;

Dificuldades = ato de prensar; metáfora de opressão, aflição, angústia.

Você se sente órfão? Você, minha irmã, se sente despojada e desvalorizada por seu esposo? Aqui é o lugar que Deus, o nosso Pai, lhe trouxe para você ser cuidado e conhecer o amor do pai!

  • Mateus 7:12: “Assim, em tudo, façam para aos outros o que vocês querem que eles lhes façam, pois esta é a lei e os profetas. Exemplos: cumprimentar, abraçar, sorrir, declarar amor e profetizar, visitar, hospitalidade, uma refeição junto, tempo para ouvir, aconselhar e restaurar, perdoar, animar, cuidar dos órfãos e viúvas. Quem faz primeiro?
  • Atos 20:35: “Em tudo o que fiz, mostrei-lhes que mediante trabalho árduo devemos ajudar os fracos, lembrando as palavras do próprio senhor jesus, que disse: Há maior felicidade em dar do que em receber”. Você é feliz? Porque será? De que ‘igreja’ você faz parte?

 

Resumo e aplicação

  1. Você tem vivido nas palavras persuasivas da sabedoria humana ou, no evangelho da Cruz, da salvação pelo sofrer e morrer do seu ‘eu’? (1 Coríntios 1: 17-19; 1 Coríntios 14:25-27, 33; romanos 12:1-2);
  2. Você tem murmurado e culpado os outros diante das provações, injustiças e sofrimentos ou, tem se alegrado, perseverado e sido transformado à imagem de Cristo? (João 16:33; Tiago 1:2-4,12; 2 Coríntios 4:8-12, 15-18; Romanos 8:28-29);
  3. Como igreja, você tem buscado reconhecimento, cargo, título, tornar o seu nome célebre ou, tem, em amor, sido humilde em buscar ajuda e ajudar uns aos outros, servindo para que todos cresçam? (João 13. 1, 34, 35; 1 Coríntios 12: 24-25, 31 a 13. 8; Mateus 20:25-28; Efésios 4:1-6);
  4. Sua vida tem sido egocêntrica e hedonista, por isso, discute e briga em sua família e com outros ou, cristo tem sido reconhecido em suas atitudes de pacificador? (Tiago 4:1-3, 6-7; 1 João 3:16-18).

Como saber de que lado estamos? Com quem começa a mudança?  Na família, na célula, na igreja e na sociedade? Qual é a nossa missão e visão, como filhos de Deus e igreja, corpo de Cristo, aqui nesta geração e nas próximas? Se Jesus voltar hoje, ou você for ao túmulo, você cumpriu a sua missão?