Palavra Culto Domingo // 24 de Fevereiro 2019

QUEBRE A BARREIRA DO EGOÍSMO

 

Todos nós temos ego. Faz parte da nossa criação. “Ego” é o “núcleo da personalidade uma pessoa”, o “eu de cada um”. O problema não está no ego, mas no egoísmo. O significado de “egoísmo” é “exclusivismo que leva uma pessoa a se tomar como referência a tudo; orgulho, presunção”. Orgulho, ou soberba, é a “pretensão de superioridade sobre outras pessoas”. Portanto, egoísmo e orgulho andam juntos, e são expressões de uma pessoa autocentrada.

Este é o “pecado original”. O egoísmo é a fonte de todos os pecados. Se observarmos atentamente, vamos perceber que não existe problema no mundo que não tenha sua raiz no egoísmo. João Batista disse a respeito de Jesus: “… É o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!” (João 1:29). A proposta do evangelho é tratar o problema do ser humano na raiz, e a raiz é o egoísmo! Portanto, não é um comportamento aprendido; nascemos com ele. Uma das primeiras palavras que as crianças aprendem a dizer é “meu!”. Elas choram e gritam quando não conseguem o que querem. Vamos abordar três aspectos do egoísmo:

O prazer próprio. O egoísmo se manifesta quando as pessoas lutam a todo custo em busca do prazer, sem se importar com os outros. Uma das fortes expressões do egoísmo é o relacionamento casual, sem compromisso. Filhos de tais relacionamentos são abandonados, sem nenhum respeito, tudo porque os pais só queriam saciar seu prazer. A palavra que define esse comportamento é o “hedonismo” – “dedicação ao prazer como estilo de vida”, “determinação do prazer como bem supremo”. No Brasil estima-se que uma em cada quatro crianças são vítimas de abuso sexual. Pessoas não se importaram com quem irá sofrer desde que elas consigam o que querem.

Ganância. Ganância é ambição, cobiça ou desejo intenso, imoderado, por bens e riquezas. O ganancioso nunca está satisfeito, por isso não mede esforços para ter mais;  não se importa com prejuízo dos outros desde que ele ganhe. Vivemos num mundo extremamente materialista; as pessoas querem cada vez mais e mais coisas, na ilusão de que, se elas tiverem todas as coisas que querem, serão felizes. A Bíblia diz que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (I Timóteo 6:10). Pessoas matam, roubam e mentem sem parar por dinheiro, e tudo isso começa na doença do egoísmo!

Divisões. Todo tipo de divisão está ligada ao egoísmo. Todas as guerras, brigas, contendas e conflitos não resolvidos têm por trás o egoísmo. Queremos que nossas vontades, razões e opiniões prevaleçam sempre. Fazemos de tudo para que as coisas aconteçam como queremos. O divórcio, por exemplo, é uma das mais fortes expressões do egoísmo. Jesus mesmo disse que a causa dele é a dureza do coração. Como você reage quando não consegue o que quer? Você fica zangado? Você se queixa e reclama?

Três atitudes para vencer o egoísmo:

Confie em Deus. Se a fonte de todos os pecados é o egoísmo, então é de nós mesmos que precisamos nos libertar. Você é capaz de confiar em Deus para cuidar de você? O verdadeiro caminho para a felicidade é entregar nossa vida em vez de tentar guardá-la para nós mesmos. Jesus disse que, se quisermos segui-Lo, devemos esquecer de nós mesmos e não mais nos preocupamos com nossos interesses (Marcos 8:34); e acrescentou: “Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá; mas quem perder a sua vida por minha causa e pelo evangelho, a salvará” (Marcos 8:35). Podemos escolher permanecer no egoísmo ou não (Gálatas 2:20).

Assuma responsabilidades. A Bíblia diz: “Não importa o que aconteça, exerçam a sua cidadania de maneira digna do evangelho de Cristo…” (Filipenses 1:27). Cidadania é o exercício dos direitos e deveres civis, políticos e sociais. Neste mundo a cidadania tem seu foco no gozo dos direitos, porém quem anda de maneira digna do evangelho tem seu foco nos deveres! O mundo sofre de falta de gratidão, e quase sempre a causa é que não queremos mais esperar ou nos sacrificar para obter alguma coisa. Muitas vezes criamos nossos filhos de maneira errada, dando a eles tudo o que eles querem.

Seja um modelo de generosidade. Torne-se não uma pessoa que tira, mas que dá. Jesus disse que se nos amarmos uns os outros o mundo saberá que somos Seus discípulos (João 13:34-35). Deus é amor, e quando demonstramos amor por meio de palavras e atitudes, estamos mostrando às pessoas como Deus é. Dar torna uma pessoa mais feliz do que ser egoísta (Atos 20:35). Jesus nos encoraja a deixar que os homens vejam nossos atos de bondade para que glorifiquem a Deus (Mateus 5:16).

Nosso pensamento é achar que seremos infelizes se não estamos conseguindo o que queremos. Mas, na verdade, o contrário é verdadeiro. A infelicidade vem quando tudo o que fazemos é para tentar conseguir o que queremos sem qualquer preocupação com os outros. O segredo da alegria é entregar a vida em vez de tentar guardá-la. Pare de fazer planos que giram em torno de você mesmo. Permita que Deus use você para mudar a vida de outros.

 

roteiro de célula