Palavra e Roteiro de Célula // 18 de fevereiro

O QUE VOCÊ ESTÁ FALANDO?

 

 

A coisa mais estranha é quando você está num ambiente e não entende nada do que estão dizendo. Você se sente, na linguagem bem blumenauense, um verdadeiro “tanso”. Infelizmente nunca na história, a igreja esteve tão longe das pessoas, principalmente dos jovens. O tempo passou e diferentemente da igreja primitiva que caía nas graças do povo …louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo (Atos 2:47), hoje 89% dos jovens não querem se quer, visitar uma igreja. A figura de Jesus tem crédito, mas a imagem da igreja está cada vez mais queimada. Por que será a igreja não tem mais a simpatia do povo como nos tempos de Atos?

 

Um texto mal interpretado (Atos 2:1-11).

 

Chegando o dia de Pentecoste, estavam todos reunidos num só lugar.
De repente veio do céu um som, como de um vento muito forte, e encheu toda a casa na qual estavam assentados. E viram o que parecia línguas de fogo, que se separaram e pousaram sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito os capacitava. Havia em Jerusalém judeus, tementes a Deus, vindos de todas as nações do mundo. Ouvindo-se este som, ajuntou-se uma multidão que ficou perplexa, pois cada um os ouvia falar em sua própria língua.
Atônitos e maravilhados, eles perguntavam: “Acaso não são galileus todos estes homens que estão falando? Então, como os ouvimos, cada um de nós, em nossa própria língua materna? Partos, medos e elamitas; habitantes da Mesopotâmia, Judéia e Capadócia, Ponto e da província da Ásia, Frígia e Panfília, Egito e das partes da Líbia próximas a Cirene; visitantes vindos de Roma, tanto judeus como convertidos ao judaísmo; cretenses e árabes. Nós os ouvimos declarar as maravilhas de Deus em nossa própria língua! ”
(Atos 2:1-11).

Este texto é uns dos textos mais mal interpretado das escrituras. A imensa maioria dos evangélicos, principalmente os pentecostais, usam este texto para falar sobre o dom de línguas estranhas. Não é isso que o texto está dizendo. E a má interpretação deste texto, tem levado muitos cristãos ao egoísmo, pois dão ênfase neste texto sobre uma experiência pessoal com o Espírito Santo. E por esta causa, temos uma igreja preguiçosa e egoísta. Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo. Há diferentes tipos de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. Pois em um só corpo todos nós fomos batizados em um único Espírito: quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de um único Espírito (1 Coríntios 12:4,5,13). 

 

Interpretando corretamente o texto

 

Chegando o dia de Pentecoste, estavam todos reunidos num só lugar. (vs.1)

Pentecoste era a festa da Colheita ou Festa das Semanas. A razão desse nome está no período de duração dessa celebração: sete semanas. O início da festa se dá, cinquenta dias depois da Páscoa, com a colheita da cevada; o encerramento acontece com a colheita do trigo (Dt. 34.22; Nm. 28.26; Dt. 16.10). Na festa de pentecostes todos estavam reunidos. Todos aqui, são os discípulos de Jesus que foram para Jerusalém após direção do próprio Jesus (Atos 1:4). Deus sempre age na coletividade primeiro. Antes de acontecer o derramar do Espírito Santo, precisa ter unidade. Todos estavam reunidos, todos estavam juntos. Hoje a igreja está tão dividida, que é impossível Deus se derramar sobre a igreja. Então alguns poucos que entendem o princípio da unidade, clamam a Deus por unidade na igreja, pois antes do derramar do Espírito Santo, vem a unidade.
De repente veio do céu um som, como de um vento muito forte, e encheu toda a casa na qual estavam assentados. E viram o que parecia línguas de fogo, que se separaram e pousaram sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo (vs.2-4).

Após a igreja estar unida, o céu desceu e TODOS ficaram cheios do Espírito Santo. Perceba que o texto afirma que TODOS ficaram cheios do Espírito Santo. Quantas vezes já vi pessoas sendo chamadas a frente para “receber o batismo do Espirito Santo” e só alguns falaram em novas , o que é uns dos dons do Espírito Santo! Muitos sairam frustrados pois achavam que Deus não os amava, que eles não eram importantes. Há ainda outros que eram questionados do porque não falaram em línguas estranhas, pois lhes faltava fé. Lendo o texto, percebemos que TODOS ficaram cheios do Espírito Santo. TODOS foram capacitados por Deus.

 

Capacitados para quê?

 

…e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito os capacitava. Havia em Jerusalém judeus, tementes a Deus, vindos de todas as nações do mundo. Ouvindo-se este som, ajuntou-se uma multidão que ficou perplexa, pois cada um os ouvia falar em sua própria língua.
Atônitos e maravilhados, eles perguntavam: “Acaso não são galileus todos estes homens que estão falando? Então, como os ouvimos, cada um de nós, em nossa própria língua materna? Partos, medos e elamitas; habitantes da Mesopotâmia, Judéia e Capadócia, Ponto e da província da Ásia, Frígia e Panfília, Egito e das partes da Líbia próximas a Cirene; visitantes vindos de Roma, tanto judeus como convertidos ao judaísmo; cretenses e árabes. Nós os ouvimos declarar as maravilhas de Deus em nossa própria língua! “(vs. 4-11)

Perceba que após o enchimento do Espírito Santo, aqueles homens e mulheres começaram a falar em outras línguas conforme o Espírito Santo capacitava (vs. 4). Só que diferente do que a maioria pensa, as línguas que eles falavam as pessoas conseguiam entender. Ouvindo-se este som, ajuntou-se uma multidão que ficou perplexa, pois cada um os ouvia falar em sua própria língua (vs.6). Por causa da festa de pentecostes, várias nações estavam reunidas, por isso, o Espírito Santo deu a capacitação de anunciar as maravilhas de Deus na linguagem daquelas nações.

 

O que é ser cheio do Espírito Santo?
Nós os ouvimos declarar as maravilhas de Deus em nossa própria língua! (vs.11).

Ser cheio do Espírito Santo é ter a capacitação sobrenatural de Deus para anunciar as maravilhas de Deus na língua da pessoa. Ser cheio do Espírito Santo é o adolescente conseguir anunciar as maravilhas de Deus para o adolescente. Ser cheio do Espírito Santo é o empresário ter a capacitação de Deus para anunciar as maravilhas de Deus para o empresário.
A má interpretação bíblica aliada ao egoísmo da igreja, tem feito com que cada vez mais pessoas queiram distância da igreja. As multidões têm sede de Deus, mais odeiam a igreja. Por que isso acontece? Porque a igreja tem muito pouco da unção Espírito Santo.

Chegou o tempo de nos unirmos num só propósito para sermos TODOS cheios do Espírito Santo e assim anunciarmos a maravilhas do nosso Deus.

 

Roteiro de célula